Curiosidades

Durante 14 semanas ela tirou fotos sem camisa. O motivo deixou milhares de mães perplexas!

Durante 14 semanas ela tirou fotos sem camisa. O motivo pelo qual ela fez isso, deixou milhares de mães perplexas no mundo inteiro! “Eu sou uma mãe. Estou cansada, quebrada, e dolorida. Tenho nódulos, inchaços, manchas, e também banhas que balançam.” Assim começa o blog implacavelmente honesto de Julie Bhopal, uma consultora nutricional neo-zeolandesa, mãe de 2 filhos.

1

Na nossa sociedade, somos constantemente confrontados com imagens de mulheres que, logo após o parto, conseguem retornar à ‘sua antiga forma’ e aparecem lindas em seus biquínis.


PS: A 1xBET está a oferecer um bónus de 130€ para novos clientes. Estás à espera de quê? Regista-te >AQUI<


No entanto, a realidade para a maioria das mulheres (as que não têm um exército de babás, personal trainers, e nutricionistas) é bem diferente. Para ajudar essas mães a não se sentirem sozinhas, Julie iniciou um projeto fotográfico após o nascimento de seu segundo filho.

Ao longo das 14 semanas após o parto, Julie tira fotos que revelam a realidade deste momento, mostrando os efeitos da gravidez no corpo das mulheres. “O corpo muda durante a gestação. Na verdade, muda muito. É assustador, é difícil, e pode ser nojento e te deixar para baixo, mas tudo isso é real e normal,” escreve a mãe.

A primeira foto mostra Julie apenas 24 horas após o nascimento do pequeno Sahen: “Você ainda sente como se tivesse uma melancia (ou duas) dentro de você. Muitas vezes, a barriga fica também torta e molenga. Eu tive um parto vag1nal e sinto como se um caminhão – e não uma melancia – tivesse me rasgado por dentro.”

Na legenda do retrato feito 2 dias mais tarde, Julie comenta: “Tudo vaza. Quero dizer TUDO mesmo. Eu sou como um grande fluido corporal. No momento, eu tenho entre as pernas não apenas um, mas dois absorventes pós-parto gigantescos, ambos ajustados dentro de uma calcinha de vovó, e estou tentando conter meu sangramento. Coágulos sanguíneos do tamanho de uma bola de golfe continuam saindo de dentro de mim. E eu tenho que guardá-los para que sejam depois inspecionados, já que os médicos precisam ter certeza de que eles não são parte da placenta. Para onde foi a minha dignidade?”

2

Depois de 2 semanas, Julie escreve: “Eu pareço um pouco mais viva… Devo ter tido tempo de tomar um duche naquela manhã. Barriga ainda inchada, encolhendo, mas continua inchada. Eu ainda estou sangrando. A sensação é a de ter uma m3nstruação eterna. Estou sem o meu pijama e desta vez estou arrasando nas minhas roupas de gravidez… Pois é, estas roupas são úteis também depois do parto!”

Finalmente, 14 semanas após o nascimento do seu segundo filho, ela declara a fase ‘recém-nascido’ finalmente encerrada: “Eu me sinto menos zumbi e mais humana. Eu carrego comigo as marcas da maternidade: uma barriga que parece ‘chapada’, mas tem várias estrias, a pele sobrando, a cicatriz que ainda não sarou totalmente. Essa realidade é o segredo mais bem guardado pelas mães.”

3

Mas para todos estes pequenos dramas, Julie tem sido abundantemente recompensada: “Talvez eu nunca corra uma maratona novamente – não acho que minha pélv1s sobreviveria – mas eu vou correr a maratona diária da maternidade. Meus meninos valem tudo isso. Meus Deus, e como valem!!!”

4

Para todas as mães recém-paridas, este blog carrega uma mensagem importante:. “Pode ser que você não vá ter jamais a aparência de uma modelo de l1ngerie da Victoria Secret, mas se concentre no que você sente. Seja gentil com você mesma e com seu corpo: você vai se olhar de outra forma quando se sentir bem. Pode levar algum tempo. Quando meu primeiro filho nasceu, este processo foi muito mais longo do que desta segunda vez. Fazer o que é certo para você e para sua família demanda coragem e força. Como uma mãe, você tem ambas. Nutra este amor de dentro para fora e não se esqueça: você é linda, você é incrível, você é uma mãe.”

5

Com suas fotos realistas e suas palavras honestas, Julie Bhosale inicia uma discussão importante sobre como a maternidade realmente afeta o corpo feminino. Seu projeto mostra que isso tudo é um processo perfeitamente natural e lembra que a sociedade deveria ser mais generosa com as mães passando por este momento delicado.

Se você concorda com as ideias de Julie, partilhe estas fotos com todos que você conhece! As mulheres não deveriam senti-ser mal com sua aparência após o parto. As marcas que elas carregam são as provas de um acto grandioso e incrível, gerar outra vida!

Fonte: https://www.facebook.com/juliebhosalenutrition/photos_stream

Partilha com os teus amigos!