Curiosidades

Já tens planos para o 1 de Novembro? Esta mulher decidiu morrer nesse dia…

Num update a este artigo, Brittany Maynard veio recentemente a público desmentir as alegações da médica Ira Byock, responsável pelo Instituto de Cuidados Paliativos de Torranca, Califórnia e que diz que o caso de Brittany Maynard tem mais de exploração médiática, do que de outra coisa. Brittany, diz que a vida é dela, e a decisão é dela, e adianta ainda que a qualquer altura pode mudar de ideias, ou não, mas que a decisão dela deve ser respeitada.

Post original:
Brittany Maynard, norte-americana de 29 anos tem um cancro terminal no cérebro. Tratando-se de uma doença em fase terminal e sem cura possível, ponderou bem e decidiu que o dia 1 de Novembro seria o seu último dia neste mundo. Segundo declarações da própria o glioblastoma que tem está completamente fora de controlo e esta é a única forma de deixar o mundo com o mínimo de dignidade.

O tumor foi-lhe diagnosticado em Janeiro, e na altura tinham-lhe dito que viveria entre 3 a 10 anos, mas algum tempo depois disseram-lhe que teria apenas 6 meses de vida, desde então a sua condição tem vindo a deteriorar-se rapidamente.
Foi forçada a mudar de residência para um estado que permita o que vai levar a cabo, já que só em 5 estados americanos o suicídio assistido é permitido.


PS: A 1xBET está a oferecer um bónus de 100€ para novos clientes. Estás à espera de quê? Regista-te >AQUI<

No vídeo divulgado, que já conta com milhões de visualizações, Brittany espera aproveitar os poucos dias que lhe restam com quem mais ama, e deixar este mundo em paz e sossego, rodeada de quem a ama, com o mínimo sofrimento possível.

Durante os últimos meses aproveitou para estar com o marido e amigos, viajou e criou até uma organização com o objectivo de sensibilizar o governo americano a legalizar a prática nos restantes estados.

O tipo de tumor que tem em fase terminal provoca dores insuportáveis, inconsciência, entre outros sintomas terríveis.
Pessoalmente concordo a 100% com a decisão dela, e é preciso ter muita coragem para tomar uma decisão destas, embora muita gente pense de outra forma, mas esta história comoveu-me bastante..qual é a vossa opinião? Gostavam de ter possibilidade de escolha?

Partilha com os teus amigos!